sábado, 10 de julho de 2010

E eu com isso? - Aprendendo sobre respeito

Postado por Ana Cláudia Bessa em 10 novembro 2009 às 0:00



Esse foi o livro enviado pela escola. Não sei se já comentei mas os livros são sempre escolhidos pelos alunos. Eles ficam expostos e disponíveis numa espécie de vitrine - não é estante - com a capa virada para frente. Portanto, essa foi uma escolha dele.
Ele veio bastante empolgado com o livro e ficou repetindo o título inúmeras vezes.

Ao ler a agenda dele, a professora recomendou que fosse feito o reconto.

Até aí, nenhum problema porque eu faço isso sempre com os dois: a escola manda o livro, eu leio uma vez em voz alta para os dois e em seguida cada um reconta separadamente o que entendeu e lembrou da história, visto que eles não sabem ler.

O reconto é feito juntamente com o livro. Não é de cabeça, eles vão folheando as páginas como se lessem.

A história como o título já diz, trata de uma descritiva de situações cotidianas onde mostra como podemos - e devemos - respeitar as pessoas, os locais, as situações, os animais, a vida em coletividade, os amigos, a família, a escola, os professores...

Não sei se por questão de desenvolvimento pessoal ou se inadequação da idade, achei o livro bastante complexo para reconto. A mensagem é excelente, mas não é muito clara.

Tanto é que ele não se sentiu empolgado em recontar. O irmão mais novo, recontou mas foi bem aquém das questões abordadas pela história do livro. Ele se baseou praticamente nas imagens que dão uma visão superficial do texto.

Depois que o irmão mais novo recontou, ele se animou mas não chegou à metade.
Como o reconto não deve ser forçado, apenas estimulado, deixei como ele preferiu.

Uma coisa interessante do conteúdo do livro, é que nas últimas páginas, o autor preparou uma espécie de guia para pais e professores de como trazer a mensagem do livro para o cotidiano através de exercícos e observações sempre que possível.

Acredito que assim, ficará mais fácil para que ele com o tempo, entenda e se interesse pelo livro.
Com tempo.

Não é um texto óbvio.

Mas o objetivo é nobre.

E Eu com Isso?: Aprendendo Sobre Respeito
BRIAN MOSES MIKE GORDON