quinta-feira, 17 de abril de 2014

Dia Nacional do Livro Infantil (por @samegui)



“Um país se faz com homens e livros”, dizia Monteiro Lobato, um dos principais autores de Literatura Infantojuvenil Brasileira. Lembrar sobre a importância do livro durante a infância faz parte do dia 18 de abril, considerado desde 2002 o Dia Nacional do Livro Infantil, mesma data de nascimento do importante escritor. 

De acordo com a pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro de 2013, realizada pela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), CBL (Câmara Brasileira do Livro) e SNEL (Sindicato Nacional dos Editores de Livros), todos os anos são lançados pelas editoras brasileiras em torno de 55 mil novos títulos. Já o Levantamento Anual do Segmento de Livrarias, feito pela ANL (Associação Nacional de Livrarias) em 2011, apontou que o setor infantojuvenil foi o que mais cresceu em vendas, desbancando a literatura estrangeira e de autoajuda. Em 2012, outra pesquisa também organizada pela ANL em parceria com a GFK Brasil registrou que os livros para o público infantil e juvenil alavancam as vendas em datas comemorativas, como Natal e Dia das Crianças.

Diferencial é o ponto chave pata atrair o público infanto-juvenil. “Quanto mais diferente for o livro, mais há empatia por parte dos pequenos. Além das histórias em si, que devem apresentar enredo divertido, contagiante e, muitas vezes, emocionante, é preciso também apostar nos formatos inovadores, como os livros com fantoches, nos objetos que complementam os livros, como CDs de jogos, e ainda nos personagens caracterizados, como os animais ou os já conhecidos em desenhos animados”, destaca Eduardo Reis, diretor da Vale das Letras.

A pedagoga da Editora Vale das Letras, Adriana P. Battisti, ressalta: “O livro de literatura infantil é um recurso essencial durante o processo de crescimento da criança, desde antes mesmo do primeiro ano de idade, pois permite que haja um encontro prazeroso com o mundo das letras, preparando-a para descobri-lo”. Assim como também é fundamental para após a fase de alfabetização, proporcionando um apoio importante ao seu desenvolvimento mental e como ser humano.

Para Adriana, durante a infância o contato com a leitura precisa ser prazeroso, entretanto o objetivo não se limita a oferecer somente informações ou apenas exercitar a leitura e, consequentemente a escrita, mas saber fazer uso das informações de forma crítica e autônoma. “Quando os adultos conseguem inserir na vida diária situações agradáveis envolvendo os livros de história, a criança se apaixona por este universo desconhecido”, explica a pedagoga.

Segundo o diretor da Vale das Letras, o universo infantil que ao mesmo tempo proporciona o desenvolvimento das crianças é a visão central dos livros da editora. “Desejamos aproximar cada vez mais a infância da literatura, seja por meio de personagens famosos, de brinquedos educativos inseridos nas coleções ou simplesmente com histórias clássicas. O papel da Vale das Letras é levar os livros até as crianças brasileiras”, enfatiza Eduardo.


segunda-feira, 14 de abril de 2014

Leitura @maecomfilhos de hoje ;-) #pequenosleitores



Como é o canto de leitura aí na sua casa? Por aqui, felizmente, temos vários! Este da sala é meu favorito, por conta da luz natural (as 4 janelas fazem um canto onde bate sol de manhã) e por ter minha cesta de revistas. O direito à biblioteca é tema do meu post de hoje no blog, veja lá daqui a pouco www.avidaquer.com.br #avidaquer #pequenosleitores via Instagram http://ift.tt/1iNdntN Faça parte da nossa turma! http://ift.tt/17HVqqD Compartilhe suas dicas de leitura: marque suas fotos do Instagram com a hashtag #pequenosleitores e ela será destaque na nossa fanpage :-)

Campanha "Eu quero minha biblioteca" e a universalização de bibliotecas em escolas (por @samegui)



Buscando chamar a atenção e mobilizar a sociedade em favor da implantação e manutenção de bibliotecas em todas as escolas públicas e particulares do Brasil, o Instituto Ecofuturo reformula a comunicação da Campanha "Eu quero minha biblioteca. O novo conceito é baseado em pesquisas realizadas com os públicos de interesse, parte delas nas redes sociais.

A Campanha lança novo site com melhorias expressivas para informar, inspirar, orientar e apoiar pessoas a atuarem pela universalização de biblioteca em escola e a efetividade da Lei 12.244/10. No mapa para inscrições, os internautas podem indicar em qual escola de sua região não há biblioteca e a cada dez cadastros em uma mesma localidade, o site enviará automaticamente um e-mail para a Prefeitura e/ou Secretaria de Educação do Município.

Para apoiar a participação da sociedade na causa, o site traz um passo a passo da sociedade civil orientando quais ações devem ser realizadas para interagir com a escola e o Poder público em prol de biblioteca e o Guia para gestores públicos informando sobre as fontes de recursos existentes para a educação que podem ser acessadas para a implantação de bibliotecas em escolas, e chama a atenção para a importância em incluir a criação e manutenção delas no orçamento do município.

"Conversando com algumas pessoas envolvidas com a Campanha, ouvimos que deveríamos conectar a comunicação aos canais da inspiração e da mobilização, uma vez que apenas encantados com uma ideia nos engajamos em ações objetivas. Quando fomos a campo para ver o que e quem falava sobre biblioteca, leitura, literatura e a lei 12.244/10 nas redes sociais, tivemos uma grata surpresa ao constatar que a maioria desse público é formado por jovens entre 15 e 20 anos. Ou seja: os jovens reconhecem a importância da biblioteca, tem uma opinião acerca do que não está bem, entendem que o tipo de atendimento atual precisa de mudanças para atender seu objetivo que é promover leitura de qualidade e apoiar a formação do leitor competente, sem o quê não é possível melhorar a qualidade da educação . Grande parte desses jovens (88%) está no Twitter. Ou seja: há um debate intenso sobre esta pauta que está tendo lugar num canal de rede social. Então, é preciso também estarmos lá para fazer parte, aprender mais e atuarmos juntos para inspirar novas mobilizações", explica Christine Castilho Fontelles, Diretora de Educação e Cultura do Instituto Ecofuturo.

A campanha "Eu quero minha biblioteca" promoverá um intenso trabalho de divulgação e discussão do tema pelas redes sociais, visando ampliar o diálogo com a sociedade civil para compartilhar informações, chamando a atenção para os cuidados e preparativos necessários para este trabalho de advocacy local por política pública de leitura e biblioteca. Com destaque para o vídeo, que conta com a locução da renomada atriz Irene Ravache, que faz uma retrospectiva desde a invenção da escrita até os dias de hoje, passando pelas distintas formas de compartilhamento de histórias e narrativas, a partir de distintos suportes e um "lugar" em comum: a biblioteca.



Os benefícios de uma biblioteca viva e de qualidade para uma comunidade já foram comprovados. Segundo dados do SAEB 2003 (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica) para alunos da 4ª série (atual 5º ano), há maior proficiência em leitura quando até 25% dos alunos da escola fazem uso da biblioteca e esse número aumenta quando mais de 75% dos alunos a utilizam regularmente. Quando a biblioteca escolar tem um responsável, a média aumenta, e, quando os professores realizam atividades dirigidas nesse ambiente, há ganhos importantes e significativos na aprendizagem. O levantamento realizado sob a coordenação do pesquisador do IPEA Ricardo Paes de Barr os, para o Ecofuturo, feito com 55 bibliotecas do Programa Ler é Preciso - implantadas pelo Instituto com parceria técnica da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil - em municípios dos estados da BA e PE, mostra a elevação de 156% do progresso natural de aprovação escolar e redução de 46% na taxa de evasão escolar em comparação com regiões que não possuem bibliotecas do Programa na comparação com aqueles que não contam com uma.

As bibliotecas em escolas são fundamentais para o atingimento da Meta 9 do Plano Nacional de Educação (PNE): elevar a taxa de alfabetização da população com quinze anos ou mais para noventa e três vírgula cinco por cento até 2015 e, até o final da vigência deste PNE, erradicar o analfabetismo absoluto e reduzir em cinquenta por cento a taxa de analfabetismo funcional. O acesso universalizado aos livros, que se dá via as bibliotecas, contribui para que esse objetivo seja atingido uma vez que torna o ato de ler mais democrático.

Até dezembro de 2013, ocorreram cerca de 4832 inscrições no site da campanha "Eu quero minha biblioteca", sendo a maioria realizada por cidadãos, que certamente acreditam que a presença de bibliotecas vivas pode impactar positivamente suas comunidades. "Eu quero minha biblioteca" é uma iniciativa do Instituto Ecofuturo baseada numa coalizão que envolve a Academia Brasileira de Letras, o Conselho Federal e de Biblioteconomia, a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, o Instituto Ayrton Senna, Instituto C&A, Instituto de Co-Responsabilidade pela Educação, Movimento Por um Brasil Literário, Rede Marista de Solidariedade e Todos Pela Educação. A campanha conta com patroc&ia cute;nio da Valmet e apoio para divulgação do Programa Jornal e Educação, da Associação Nacional de Jornais e da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão.

sábado, 5 de abril de 2014

O bicho alfabeto: poesia de Leminski e desenhos de Ziraldo (por @samegui)



A dica veio do #blogamigo 1001 roteirinhos e amamos:

Bicho Alfabeto, livro com vinte e seis poemas selecionados do livro Toda poesia de Leminski, um presente para as crianças brasileiras que vem com ilustrações de Ziraldo.

Muito muito lindo é saber que o livro será lançado num local público e ao ar livre, o Espaço de Leitura do Parque da Água Branca, aqui em São Paulo, como parte das atividades que acontecem nos finais de semana por lá e sobre a qual já falamos no blog.

O evento especial, marcado para as 15h desde sábado, 05/04/2014, acontece em parceria com a editora Cia. das Letras e terá a presença da poeta Alice Ruiz (ganhadora do prêmio Jabuti em 1989 e casada por vinte anos com Paulo Leminski), além dos contadores de histórias Kiara Terra e Marko Concá mediando o recital com os poemas do livro.

E tem mais programação no Espaço da Leitura neste final de semana:

Sábado, 5 de abril:


Das 11h às 12h – Atividade educativa com adultos e crianças - maiúsculos & MINÚSCULOS com equipe de educadores do Espaço de Leitura.
Das 13h às 15h – AÇÃO ARTÍSTICA: “Encaixe- Volante-Palavra”
15h - Lançamento do livro Bicho alfabeto.

Domingo, 6 de abril

Das 11h às 12h – Atividade educativa com adultos e crianças - maiúsculos & MINÚSCULOS com equipe de educadores do Espaço de Leitura
15h – Intervenção performática: Ler as Mãos com Coletivo As Rutes
Das 14h às 17h - Feira de Trocas De Livros


O Espaço de Leitura do Parque da Água Branca (Rua Ministro Godói, 180 – Perdizes), funciona de terça a domingo, das 9h às 18h. O projeto tem blog, Twitter @leituranoparque e fanpage no Facebook.

sexta-feira, 7 de março de 2014

Grupo Giramundo comemora 40 anos com mostra dos bonecos de dez espetáculos no SESC Santana (por @samegui)






O grupo mineiro Giramundo celebra 40 anos de atividades com uma mostra dos bonecos que fizeram parte de dez espetáculos. Em São Paulo, a mostra ‘Uma Volta ao Giramundo’, exibirá 52 bonecos de 10 espetáculos da companhia de teatro, numa viagem cultural concebida especialmente para o Sesc Santana, que ocupa o primeiro andar (e nos halls do primeiro andar e mezanino) da unidade com bonecos articulados de seu acervo, evidenciando seus aspectos plásticos e mecânicos desde os anos 1970.

A partir desta sexta, 07/03/2014, no SESC Santana, o público poderá ver de perto os "astros" de A Bela Adormecida, O Guarani, Pinocchio e A Flauta Mágica. São bonecos articulados construídos pela companhia desde 1970. O Giramundo também apresenta, no mesmo local, o espetáculo Alice no País das Maravilhas, sexta e sábado, às 21h, e no domingo às 18h.

Serviço:
- Evento: mostra de arte de bonecos ‘Uma Volta ao Giramundo’; de 07 de março a 25 de maio;  no Hall do 1o andar e mezanino do Sesc Santana
- ‘Alice no País das Maravilhas’ com apresentações nos dias 7 e 8 de março, às 21 horas e 9 de março, às 18 horas; Ingressos de R$ 4,80 a R$24; 
- Endereço: Sesc Santana; Avenida Luiz Dumont Villares, 579;  (11) 2971 8700.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Feira de Livros Book Lovers Kids no Shopping Anália Franco

Evento promovido pela Ponto Cultural busca incentivar a leitura desde a infância com uma extensa variedade de livros
Feira Livro Shopping

Shopping Anália Franco recebe a feira de livros Book Lovers Kids

O universo dos livros vai invadir a praça de eventos do Shopping Anália Franco a partir do dia 5 de fevereiro com a Book Lovers Kids. A feira de livros tem o objetivo de incentivar o hábito da leitura e estimular essa paixão nos pequenos.

O espaço terá cerca de 3 mil obras infantis e infanto-juvenis e apresentará uma imensa variedade de títulos, desde literatura clássica brasileira a livros no idioma inglês. As crianças contarão com confortáveis espaços para leitura onde poderão conhecer as obras antes de comprá-las. Todos os sábados e domingos, sempre às 16h, acontecem atrações variadas que vão inspirar o amor pela leitura, as atividades variam entre contação de histórias, histórias cantadas, histórias inventadas, entre outras.

Além disso, as crianças também vão se divertir com a decoração inspirada na Turma Bicho de Livro. Criada pelo ilustrador Dirceu Veiga, a Turma Bicho de Livro é composta por Vini, Cissa, Horácio e Sabino, personagens loucos por leitura. Cada um tem uma personalidade diferente e as crianças, rapidamente, se identificarão com um deles. Sabino é um monstrinho louco por livros, adora descobrir as palavras e seus significados e sempre consegue tirar as dúvidas dos outros amigos. Cissa se encanta com histórias de castelos e princesas. Já Horácio é grandalhão, ama o cheiro e as cores dos livros, enquanto Vini, prefere histórias assustadoras. Ele também procura nos livros aprender novos truques e mágicas para fazer para os seus amigos.

A atração é desenvolvida pela Ponto Cultural e ainda conta com o divertido “medidor de leitura” que mostra o tipo de livro mais indicado para a criança de acordo com a sua altura e idade. Por exemplo, para crianças de até 3 anos, recomenda-se livros curtos e repletos de imagens. A Book Lovers Kids acontece até o dia 2 de março no Shopping Anália Franco e promete encantar adultos e crianças em um espaço lúdico, totalmente dedicado à leitura. Todas as apresentações são gratuitas.
Feira do Livro Shopping

Programação Book Lovers Kids


Dia 08/02 – Crianças livres Contam Histórias

Dia 09/02 – Cantando Histórias

Dia 15/02 – Conta Maria...

Dia 16/02 – Conta Maria...

Dia 22/02 – Moral da História

Dia 23/02 – Eu Sei Contar Histórias

Dia 01/03 – Cia Arte & palco

Dia 02/03 – Conta Maria...

* Todas as atrações especiais acontecem aos sábados e domingos partir das 16hrs. A Book Lovers Kids acontece diariamente.

Serviço: Book Lovers Kids – Shopping Anália Franco
Quando:  5 de fevereiro a 2 de março
Onde: Praça de Eventos do Shopping Anália Franco (Av. Regente Feijó, 1.739 – Tatuapé – São Paulo)
Horário: de segunda a sábado, das 10h às 22 horas, e aos domingos, das 12h às 20 horas
Informações: 4003-4133 e www.shoppinganaliafranco.com.br

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

McLanche Feliz agora vem com livros infantis (por @alinekelly)

Que aqui no Pequenos Leitores curtimos muito iniciativas de incentivo a leitura não é segredo, não é mesmo? E claro que adoramos a iniciativa do McDonalds com a campanha: Contos e Poemas do Brasil, que foi lançada ontem aqui em São Paulo e pudemos acompanhar de pertinho.

A partir do dia 25 de janeiro e enquanto durarem os estoques, o McLanche Feliz irá incluir um livro infantil de renomados escritores brasileiro, tem Vinicius de Moraes e uma história inédita de Ana Maria Machado.
Após a leitura é possível ampliar a experiência com as atividades propostas (só eu que lembrei da Coleção Vaga-Lume?), e com os stickers que remetem as histórias.


Diversão garantida neste final de férias! Veja os 6 livros que fazem parte da coleção:
  • De noite no bosque de Ana Maria Machado
  • A casa, o Pato de Vinicius de Moraes
  • Menino Qualquer de Caio Riter
  • Você pergunta, a poesia responde de Lalau
  • A voz da minha mãe de Márcio Vassalo
  • O farol e o vaga-lume de Leticia Wierzchowski & Marcelo Pires 
Veja fotos do lançamento que aconteceu no Casa Tupiniquim, um espaço super lúdico e com diversas atividades para as crianças, minhas meninas "grudaram" na contadora de história Lívia Alencar, rs.

Livros no McLanche FelizLançamento Contos e Poemas do Brasil (10)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (11)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (12)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (13)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (14)
Lançamento Contos e Poemas do Brasil (15)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (17)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (18)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (19)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (2)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (20)
Lançamento Contos e Poemas do Brasil (21)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (22)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (23)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (25)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (3)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (5)
Lançamento Contos e Poemas do Brasil (7)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (8)Lançamento Contos e Poemas do Brasil (9)

Contos e Poemas do Brasil, um álbum no Flickr.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Papo @maecomfilhos de adolescentes: Tolkien (O Hobbit), DC Comics (Superman) e Marvel (Wolverine)



Tradição na casa dos avós é ver filme e ter muita conversa nerd com o tio que também foi menino que montava legos e adora HQs.

Desta vez teve Tolkien (O Hobbit), DC Comics (Superman) e Marvel (Wolverine). Ser adolescente numa família assim é muito bom, sim ou com certeza hein @enzobuzz e @giorgiobros?

Faça parte da nossa turma! www.pequenosleitores.com Compartilhe suas dicas de leitura: marque suas fotos do Instagram com a hashtag #pequenosleitores e ela será destaque na nossa fanpage :-)

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Leitura @maecomfilhos: As aventuras do Superbebê Fraldinha ;-) #pequenosleitores



A noite aqui foi animada! #aos11 reviveu as aventuras do Superbebê Fraldinha (e do Capitão Cueca) e eu nem tive coragem de colocar ele e a maninha para dormir no horário! Muita bagunça com os personagens de Jorge Beard e Harold Hutchins (aqui no Brasil publicados pela Cosac Naify).

As aventuras do Superbebê Fraldinha é o primeiro livro inteiramente escrito por Jorge e Haroldo, os criadores do Capitão Cueca. E o sucesso é tão grande quanto os livros da série: já foram mais de 20 mil exemplares vendidos.

Nesta nova trama, a dupla incansável é proibida de escrever gibis sobre o famoso herói de cuecas. Para piorar, o diretor do colégio, sr. Krupp, os obriga a redigir um texto de cem páginas sobre boa cidadania. Após muito refletirem, Jorge e Haroldo decidem criar um novo personagem: o Superbebê Fraldinha.

O legal é que, como o livro tem uns "errinhos" na fala de bebê, dá para brincar com as crianças procurando os erros e depois conferindo no site da editora.

Dav Pilkey, criador do Capitão Cueca, ganhou uma página especial no Facebook. Conheça a autobiografia em quadrinhos do autor e conheça os personagens. Visite a Fanpage.

#pequenosleitores #maecomfilhos via Instagram http://instagram.com/p/iC5KbFvzM_/
Faça parte da nossa turma! www.pequenosleitores.com
Compartilhe suas dicas de leitura: marque suas fotos do Instagram com a hashtag #pequenosleitores e ela será destaque na nossa fanpage :-)

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Leitura @maecomfilhos: Owokos ;-) #pequenosleitores



Companheiros dos passeios de Manu por Buenos Aires: Owokos. A marca de roupas é uma fofura e tem vários títulos para bebês! Amamos.

Conheça o projeto o Pequenos Leitores – Indicações de leitura (e cultura) para crianças. Tudo começou com uma “rede social fechada” (um ning) que meu filho mais velho Enzo (leitor muito voraz) e eu criamos há anos e que virou um blog colaborativo com outras famílias leitoras. Neste ano ano se tornou também um projeto no Instagram, convidando pessoas a marcarem com a hashtag #pequenosleitores suas leituras infantojuvenis, permitindo assim que destaquemos na fanpage facebook.com/pequenosleitores.

Compartilhe suas dicas de leitura: marque suas fotos do Instagram com a hashtag #pequenosleitores e ela será destaque na nossa fanpage :-)